You are here
Mundo Nerd 

Momentos de desenhos animados que nos fazem chorar secretamente

Os desenhos animados na maioria das vezes tem histórias leves e com personagens adoráveis, que muitas vezes nos dão boas lições de moral ou nos mostram aventuras sensacionais! As vezes os escritores resolvem aumentar um pouco da dose de emoção e nos oferecem cenas dolorosas que pode fazer o marmanjo mais duro de coração chorar!

Os Simpsons: Mãe Simpson

Os Simpsons tem mais de 600 episódios, mas poucos são “quebra coração” como este. O episódio “Mãe Simpson” finalmente apresentou a mãe do Homer. Ele acreditou que sua mãe estava morta durante 27 anos de sua vida, mas descobriu que na verdade ela estava fugindo da lei. Em 1969, ela participou de um complô para destruir o laboratório de guerra do Sr. Burns e acabou sendo identificada na fuga. Para manter a família segura, ela precisou correr, pois foi avistada pelo Sr. Burns que chama o FBI para prendê-la. E novamente Mona teve que fugir para longe de seu filho que diz: “Pelo menos desta vez estou acordado para o seu adeus.” (Só de escrever essa frase, já da vontade de chorar!)

Hora de Aventura: Eu me lembro de você

A Hora de Aventura conta com o Finn e Jake em infinitas aventuras pela Terra de Ooo. O desenho é divertido, bobo e raramente profundo e triste como esta cena em particular. No final do episódio “Eu me lembro de você”, Marceline está sentada no chão escrevendo e cantando enquanto o Rei Gelado olha para baixo. A tristeza se desenrola com os flashbacks que nos revelam o verdadeiro relacionamento passado entre os personagens. Quando a música começa, percebemos que Marceline e Simon (verdadeiro nome do Rei Gelado) era amigos antes que a coroa mágica o corrompesse. Isso da pra perceber quando Marceline começa ler uma nota que estava atrás de uma fotografia sua de quando era mais nova e canta as palavras como letra de música. Fica difícil para ela ajuda-lo escrever uma canção, sabendo que ele á não se lembra do que eles significavam um para o outro. Nesse momento é tarde demais para trocar de canal, a tristeza já tomou conta de você e tudo o que da pra fazer é apenas apreciar a profundidade daqueles personagens.

Futurama: O Cão de Fry

Futurama teve vários momentos durante o decorrer da série que puxava o espectador para a vida e emoções dos personagens, para que realmente tivesse um envolvimento com o público. Enquanto o desenho certamente era uma comédia, os escritores e animadores nunca se esquivaram de histórias que pudessem nos tocar com um pouco de tristeza. Em “Jurassic Bark”, Fry encontra restos fossilizados do seu cachorro Seymour e pede para o Professor revivê-lo. Pouco antes de iniciar o processo, Fry descobre que Seymour viveu até a idade de 15 anos (o que é considerada madura para os animais) e morreu de causas naturais, 12 anos depois que Fry desapareceu. Com o desenrolar da história Fry decide que não vai reviver Seymour e esmaga a máquina do Professor, no fim ele acaba aceitando a “passagem” do seu amigo canino. Mas os animadores resolveram mostrar isso ao público  e fazem um lapso de tempo, onde Seymour fica sentado na frente da Pizza Fry esperando por ele através das estações ao som de Connie Francis – I Will Wiat Forever. (Confesso que me emociono até hoje com essa parte do episódio, eu que pensei que poderia assistir uma comédia de ficção científica sem derramar uma lágrima, acho que me enganei).

Apenas um Show: Último Episódio

O final de Apenas um Show foi em Setembro de 2016. Para as pessoas que cresceram assistindo o desenho, tiveram uma boa dose de emoção nesse último episódio que foi apreciado por muitos durante 8 anos! O episódio também prestou uma homenagem ao falecido músico David Bowie de uma maneira que trouxe lágrimas para vários espectadores. O desenho acabou com as mortes de Pairulito e de seu pai Sr. Maellard, com a música Heroes do David Bowie tocando em segundo plano. (Claro que não segurei as lágrimas né!? Essa é minha música favorita do Bowie).

Pokemon: Adeus Buterfree

Esse episódio de Pokemon foi um dos mais tristes que assisti na minha infância. Você acompanhou toda a evolução do Ash como treinador de um Caterpie que foi o primeiro pokemon que ele conseguiu capturar, mas chega o momento em que ele precisa se despedir do seu grande amigo e companheiro de confiança porque ele não pode manter pokemons de baixa potência para sempre, mas esta cena onde ele tem que se despedir da Buterfree é de partir o coração. Buterfree começa a soluçar, mas a cena não para por aí. O Pikachu olha para o céu com lágrimas nos olhos e faz um “Pikachuuuuuuuu” que faz você chorar com ele.

Depois de tanta tristeza em um só post acho que vou ter que ir pegar uma caixa de lenço para enxugar as lágrimas aqui. Você já assistiu esses episódios? Já se emocionou com eles? Conhece outros desenhos com cenas emocionantes? Deixe aí nos comentários que eu vou adorar saber!

 

Fico por aqui! Até o próximo post!
=**

 

Aspirante a designer e desenhista nas horas vagas. Sonha em ser assistente do Batman e passar as férias no Condado. Atualmente sou uma estudiosa do lado negro da força e quero dominar o mundo! xD~

FacebookTwitterYouTube
Facebook Comments
(Visited 59 times, 1 visits today)

Related posts

Leave a Comment